Rafa já esta frequentando a escolinha

Já fazem algumas semanas que estou para escrever essa postagem, mas sempre acontece alguma coisa e vou adiando e também não queria escrever esse post sem ter as fotos mas…
No fim de agosto fui conhecer a escolinha que várias conhecidas já haviam me indicado, conversei com a diretora, conheci a salinha que ele ficaria e as tias que iriam ficar com ele.
Enquanto eu conversava com a diretora ficava imaginando o Rafa uma tarde inteira longe de mim e as lágrimas começavam a cair, tentava me imaginar aqui em casa sem ele e as lágrimas caiam ainda mais. A diretora me olhou deu um sorriso e disse:
– “Pode chorar mãe não precisa ter vergonha é normal você ficar assim”.
Depois de tirar todas minhas duvidas e acalmar as lágrimas, me despedi dela dizendo que iria pensar e se resolvesse leva lo eu voltaria no inicio do mês.
Peguei a chave dentro da bolsa entrei no carro e chorei mais um pouquinho, respirei fundo e voltei para casa.
Conversei com meu Marido e decidimos fazer uma experiência com ele três vezes por semana.
Na primeira semana ele ficou  30 min comigo lá do ladinho dele, na segunda semana ele ficou das 2h ás 4h sozinho e nem notou minha falta.
Acabei me conformando de que era exagero meu e deixei rolar.
Durante as tardes que ele ficou na escolhinha até hoje eu nunca tinha ficado uma tarde toda sozinha em casa, para evitar isso eu ia para o salão de uma amiga fazer unha, pé, cabelo só para não ter que me deparar sozinha em casa, até marcava médico nesses dias tudo para evitar chegar em casa sem ele, só que hoje não teve jeito estou aqui me sentindo estranhamente sozinha sem ele, tentando segurar as lágrimas enquanto escrevo esse post.
Muita gente me pergunta o porque de colocar ele tão novinho na escolhinha?
Gente, o Rafa passa muito tempo trancado dentro de casa comigo, já que meu marido e eu moramos em uma cidade onde não temos parentes e não sou de sair muito.
Tive e tenho medo que o Rafa se torne uma criança que estranha as pessoas como dizem aqui no Sul ” um chucro”.
Na escolhinha ele tem contato com outras crianças e aprende a não ser tão dependente de mim. Não coloquei ele na escolhinha para me livrar, por mim ele não desgrudava dos meus braços nunca.
Pessoal desculpa escrever esse post tão grande, vocês que me acompanham no blog sabem que não sou de me prolongar nos textos # dessabafo!
Vejam as poucas fotos que tenho por enquanto:

Então é isso ai o Rafinha esta muito bem adaptado e eu to tentando me adaptar….
beijinhos

10 Comments

  1. Anônimo setembro 29, 2013
  2. Unknown setembro 29, 2013
  3. Unknown setembro 29, 2013
  4. Gleysa Lopes setembro 29, 2013
  5. Jamilly LIma setembro 29, 2013
  6. Thayna Ranage setembro 29, 2013
  7. Unknown setembro 29, 2013
  8. Unknown setembro 30, 2013
  9. Toninha Borges setembro 30, 2013
  10. Unknown outubro 1, 2013

Add Comment