Principais cuidados ao viajar com crianças

As férias escolares são um bom momento para aquela viagem em família que você 


planejou a tempos. Passar alguns dias com as crianças e longe de todas as preocupações 


do dia a dia de trabalho pode ser o remédio ideal para estresse e mal humor, 


principalmente se a viagem for em um local que colabore com os pais e ofereça uma boa 


variedade de atividades para os pequenos.


E como estas viagens em família são frequentes, é sempre bom saber de algumas coisas 


para que nada ocorra fora do planejado ou que possa prejudicar as crianças. Confira a 


seguir os principais cuidados ao se viajar com crianças.

👉 Idade da criança

O principal cuidado na hora de se viajar com crianças é a idade. De 0 a cinco anos, por 


exemplo, é recomendado que você escolha uma viagem mais próxima de casa, para que 


assim possa retornar a tempo em caso de algum contratempo com a criança, ou ainda um 


lugar que ofereça uma boa estrutura para esta fase do crescimento humano, como 


hospitais ou farmácias que vendam produtos adequados.

Para os mais velhos, de seis anos para cima, viagens mais longas e distantes podem ser 


escolhidas, pois a partir desta idade eles já conseguem entender melhor o conceito de 


viajar, ficar longe de casa e passar um tempo com os pais, além de já ter um bom 


tamanho para poder explorar mais livremente os locais oferecidos pela viagem.

Se você é pai de adolescentes, tente conversar com eles e saber para onde gostariam de 


viajar, pois essa fase da vida é acompanhada de muitas incertezas e também um certo 


nível de birra por parte dos filhos, e pode ser que eles não aceitem participar das 


atividades que forem sugeridas de surpresa na companhia dos pais.


👉 Destino

Existem inúmeros destinos apropriados para crianças. Locais que oferecem certa 


proximidade ou vista para animais exóticos, como zoológicos, parques temáticos, áreas 


de preservação ambiental ou ainda um bom safári no continente Africano, por exemplo, 


são ótimos para crianças menores, pois elas tendem a ter sua atenção presa pelos 


animais que ainda não conhecem, suas cores e formas diferentes. 


Para crianças maiores, o ideal seria uma viagem com algum tipo de área para 


exploração, como por exemplo cidades que apresentam culturas diferentes da qual a 

criança está acostumada, como Machu Picchu e as linhas de Nazca, no Peru, ou o 

monumento de Stonehenge, no Reino Unido. Estes locais apresentam características 

inusitadas e que com certeza atiçam a curiosidade dos pequenos exploradores.

Locais com proximidade à natureza também são sempre uma boa pedida, pois oferecem 


locais tranquilos que crianças menores precisam e também atividades como andar a 


cavalo, trilhas ou acampamentos para os maiores, garantindo entretenimento para todos.Proximidade com a neve é sempre um sucesso entre os pequenos, tanto pelas atividades 


proporcionadas pelo clima gelado quanto pela própria neve, algo que não são 


acostumados a ver fora dos filmes aqui no Brasil.


bagagem

Você deve pesquisar quais são os tipos de transporte oferecidos para a viagem que 


planeja com sua família. Trajetos menores e com mais acesso a carros, bicicletas ou até 

mesmo aviões são mais recomendados, pois longos percursos a pé podem desmotivar as 

crianças, que cansarão muito rápido e não poderão aproveitar tudo o que a viagem tem a 

oferecer.

Se você vai para um local muito distante de onde mora, prefira viajar de avião, evitando 


assim longos períodos dentro de carros ou ônibus, atividades não muito desejadas pelas 


crianças.
criança nadando

👉 Precauções

Tenha sempre em mãos um plano reserva para caso algo saia fora do mapa. Mapas, um 


gps, panfletos de informações, sites e até mesmo informações dos habitantes locais 


podem salvar sua família em caso de perda de rumo.

É importante também saber onde ficam os hospitais mais próximos, caso os pequenos 


passem mal ou precisem de assistência médica, principalmente se já possuem algum 


problema de saúde recorrente.

Comida extra também é sempre bem-vinda, ainda mais que crianças não costumam 


seguir os horários de alimentação, e são acostumadas a comer doces e outros tipos de 

alimentos ao longo do dia. Se eles sentirem fome, você estará preparado.


Roupas extras também são recomendadas, pois crianças tendem a se sujar muito.

👉 Cuidados financeiros

Claro que o bem-estar de seu filho é sempre prioridade, mas você deve ficar atento aos 


gastos que a viagem vai exigir, ainda mais se você estiver nos primeiros anos de 


casamento, e ter sempre em mente que uma criança é uma máquina de gastos 


ambulante. Isso porque os pequenos tendem a querer produtos, itens e alimentos 


oferecidos ou que lhe ficam a vista, e locais turísticos contam sempre com muitas opções 


para eles. Tente levar de casa itens que seu filho já conhece e gosta, tanto alimentos 


quanto brinquedos, para que assim perca a vontade de adquirir muitos produtos novos 


durante a viagem.


Add Comment